sábado, 3 de agosto de 2013


ARÃO, BRILHANTE E FRACO

Arão encontra nas páginas da Bíblia Sagrada um lugar de destaque pelo fato de trabalhar com Moisés, seu irmão. Mesmo fora dos livros de Moisés, na maioria das vezes é citado honrosamente por causa do trabalho que desenvolveu.
Seu nome significa brilhante ou aquele que traz luz. Quando Moisés recebe a indicação de alguém para com ele trabalhar da parte de Deus, Deus destaca Arão como pessoa com boa capacidade de comunicação. Deus reconhece em Arão um comunicador fluente. Note que essa escolha não foi de Moisés, todavia do Senhor Deus para animá-lo.
No Egito Arão foi muito destemido ao lado de seu irmão quanto ao ofício que desempenhou. Vemo-lo de modo ativo e brilhante tanto diante da liderança hebraica para convencer os anciãos que Moisés estava cumprindo ordens de Deus, quanto nas audiências com Faraó quando tiveram que enfrentá-lo sucessivas vezes, pela libertação dos hebreus do cativeiro.
Arão no deserto foi um bom companheiro para Moisés, mas a sua vida teve alguns momentos de fraqueza. O seu problema era não suportar pressão alheia. Quando Moisés subiu em Horebe para receber os mandamentos e as instruções acerca do tabernáculo de adoração permaneceu ausente por quarenta dias, enquanto isso alguns revoltosos exigiram que ele fizesse um boi para a adoração, mas ele fez um bezerro. Certamente, temendo por sua vida acabou cedendo a pressão.
Noutra ocasião a profetisa Miriã, irmã mais velha de Moisés e Arão, ela decidiu ser mais influente que seu irmão Moisés e convenceu Arão em revoltar-se. Arão permitiu-se levar pelas suas palavras e mudou de postura em relação ao seu irmão. Então, começaram a falar contra Moisés por causa da mulher cuxita, como se ela fosse mais espiritual e tivesse a revelação do Senhor também.
 Aquela atitude foi reprovada diante do Deus Javé que, se manifestou numa nuvem e chamou-os para fora da tenda principal e diante de todos passou a repreendê-los visando quebrar a insurreição que estava para acontecer. O Senhor Deus censurou-os publicamente dizendo: Como eles tinham tal atrevimento de falar mal de Moisés, homem encontrado justo diante d’Ele? A ainda, diferentemente dos outros com quem falava por meio de sonhos ou visões, com Moisés Ele falava face a face. Aquilo deixou o Senhor Javé muito irritado, e ele se retirou, mas puniu a Miriã deixando-a leprosa.
Arão ao vê-la intercede por ela a Moisés, que intercede a Deus para que a perdoe e então ela é perdoada Senhor, porém deveria ficar de castigo fora do arraial uma semana como alguém que tivesse desrespeitado seu pai. E para não ser banida da convivência de Israel ela aguardou uma semana fora do arraial, só depois foi que Israel retomou a sua caminhada no deserto, após aquela semana de espera.

Depois disso, Arão permaneceu ao lado de Moisés até a sua morte resistindo a todas as  revoltas contra seu irmão e líder. O que significa que houve de fato um arrependimento, um aprendizado e não mais se afastou de Moisés de maneira nenhuma. Arão, o brilhante vacilou, mas mudou de atitude e deixou-nos uma grande lição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário